30 junho, 2017

Desenhar em Santarém


O inicio dos desenhos neste dia 25 de Junho começou bem cedo ainda a caminho do local do encontro, dentro do carro da Sofia que nos conduziu até lá. Ela ia falando com o Bruno, e o seu filho Duarte ainda meio ensonado e em modo pequeno-almoço ia seguindo o caminho e o desenho com atenção. Num instante chegámos a Santarém e depois de uma introdução para uma plateia bem composta, chegou o momento de desenhar a cidade.

I started my sketches very early on the 25th of June, during the trip to Santarém Sketching Meeting, inside Sofia's car. While she was talking to Bruno on the front, her son Duarte was paying atention to what I was doing while trying not to sleep. We reached the meeting point very quickly, and after attending a small introduction to a big audience we set off to sketch the city. 

Eu tinha estado por lá há bem pouco tempo e ainda conservava memórias bem frescas da cidade, pelo que aproveitei o encontro para fazer os desenhos que gostaria de ter feito há uns meses atrás. Eu e o Bruno fomos até ao Jardim das Portas do Sol onde pude desenhar a vista oposta a que já tinha feito antes, desta vez a vista a montante do Tejo com a sua ponte antiga que se estendia sobre a Lezíria infindável... Entre conversa, desenho e pintura, a manhã passou num ápice..

I had been there a couple of months before and memories were still fresh, so I took this opportunity to sketch what I couldn't sketch before. Me and Bruno went to Portas do Sol viewpoint, a fantastic view to Tejo river and the endless Ribatejo plains. Between sketches, watercolors and conversation, time flew really fast... 

...e chegou a hora de almoço, que devido ao elevado número de participantes mais parecia um banquete de casamento. Fiquei ao lado do Augusto e sua esposa e do Bruno, num divertido repasto onde falámos de pintura, desenho e como fazer bons pratos de carne e peixe para os amigos. Depois da comida boa e do vinho, sobretudo do vinho, já não havia grande vontade para fazer o que quer que fosse, a não ser dormir uma sesta.

Lunch time was upon us and due to our big numbers, it looked like a wedding banquet . We were joined by Augusto and his wife and we spent the time talking about sketching, painting, art and how to cook great food. After lunch and due to the great amount of wine we all had, we didn't feel into sketching anymore...

Mas estávamos lá para desenhar e assim foi. Fui até a Igreja da Graça que me tinha despertado a atenção da última vez que lá tive e não pude desenhar. Desta feita não escapou. Entre sol intermitente e chuva, lá consegui fazer o desenho de uma complicada mas muito bonita igreja Gótica, acompanhado pelo Pedro Álvares Cabral e pelo Bruno que o "caçou" no desenho dele . Depois disto ainda consegui fazer um mini workshop/demo para a Cintia Kou (de Macau a residir em Portugal há um ano ) que surpreendentemente fez a viagem até lá para desenhar connosco.

But we had to sketch, that's why we went there in the first place. We went to Graça Church, and between sun and rain I managed to sketch this beautiful gothic facade. In the meantime I still managed to give a demo/mini workshop to Cintia Kou from Macao, that surprisingly showed up to sketch among us. 

E para a prova futura que estivemos mesmo lá, o Augusto, eu e o Bruno, fomos tirar a foto junto do carro de exteriores da RTP de 1957 que mesmo assim não conseguiu roubar o protagonismo aos mais de 60 sketchers que tomaram Santarém de assalto neste Domingo bem passado. Obrigado aos meus colegas de viagem e à Sofia por nos ter levado até lá ;) Um grande obrigado aos Ribatejo Sketchers, à Ana Barbosa e o João André que tornaram isto possível. Foi um mega encontro, foi fantástico e quem não foi, não sabe o que perdeu.

And the irrefutable proof that we were there, a photo next to a charming RTP car from 1957 that couldn't outshine the more that 60 sketchers that took Santarém by storm. It was such an amazing meeting and I'm glad I was there. Thanks to all ;) 

Sem comentários:

Enviar um comentário