08 outubro, 2015

Lia a terrível...

Para quem pensa que a  minha filha é um amor constante e que come super bem, aqui está, em primeira mão, a verdade nua e crua... As  birras e os choros constantes na hora do jantar... Um filme que se não é diário, pouco falta...

Sem comentários:

Enviar um comentário