19 abril, 2015

Sketchcrawl Torres Vedras no Castelo


O último Sketchcrawl de Torres Vedras foi no castelo, um sítio que só visitei pela primeira vez há um mês, vá-se lá saber porquê. Apesar do avançado estado de degradação muito por culpa do Terramoto de 1755, ainda têm um certo encanto e domina toda a paisagem da cidade juntamente com a igreja de Santa Maria. Mais uma vez, sob a tutela do André e desta vez com a ajuda do Bruno, lá nos reunimos para mais uma tarde de desenho e convívio bem animada. 


Resolvemos ir em família para um misto de passeio/desenho. Aqui eu tentava explicar à minha mulher os fundamentos da perspectiva cónica, nomeadamente as linhas paralelas que convergem num ponto de fuga. A Lia, confortavelmente, destruía-me a caixa de aguarelas...


Aqui fica o primeiro desenho rápido da tarde. O exercício proposto pelo Bruno Vieira de usar 3 linhas para 3 planos de distânica e dar detalhe com a cor. Eu não consegui ficar-me pelas 3 linhas... Bem que tentei...


O desenho mais confortável da tarde. A Lia lanchava e tive uma "aberta" para me sentar na relva, encostado ao torreão do castelo e desenhar a Igreja de Santa Maria, com a cidade a seus pés. É claro que o casario é muito mais extenso mas resolvi dar a este desenho um toque "vintage" e simular uma espécie de Torres Vedras de há 30 anos atrás.


Aqui, já na recta final, durante o pic-nic no Largo de Santo António.

Sem comentários:

Enviar um comentário